Como a entrega influencia a estratégia de marketing multinível

Qualidade é um atributo fundamental dos produtos vendidos pelas empresas de marketing multinível. Pode-se dizer o mesmo a respeito da entrega, o segundo dos três pilares que sustentam uma boa estratégia de MMN e que já descrevemos brevemente neste post do Blog da Gera. Afinal, de que adianta uma ótima mercadoria que não chega adequadamente nas mãos dos consumidores?

Falhas nas entregas têm um potencial altamente destrutível na reputação de uma empresa perante os consumidores, e no caso do marketing multinível há efeitos adicionais: frustração da força de vendas e consequente desgaste das lideranças, que sofrem diretamente pelas falhas na cadeia logística.

LEIA MAIS: A importância do produto na estratégia de marketing multinível

A tarefa de entregar produtos não é simples e começa já na captação dos pedidos. Os produtos primeiro vão da fábrica a um centro de distribuição. Quando são comprados, precisam ser mobilizados e separados em um estoque, depois movidos por uma transportadora até as mãos do revendedor ou diretamente do cliente.

“A empresa tem sempre que entregar, porque o líder não pode assumir esse custo. Ela é corresponsável”, diz Vagner Giraldino Junior, Consultor de Multinível na Gera. “Em regiões muito escassas de transporte é difícil entregar com eficiência, e podem ocorrer danos aos produtos. Quando isso acontece é muito difícil devolver, pois vai demorar ainda mais para receber de novo. Tudo isso gera insatisfação.”

Segundo o especialista, atualmente a maior parte das empresas de marketing multinível entrega produtos diretamente para o cliente final por meio de transportadoras, que se valem das rodovias. O envio por ônibus é outra forma comum, principalmente em regiões remotas em que estas empresas não chegam com a rapidez necessária.

Uma das soluções possíveis para o problema e que vem sendo usada em países como o Brasil é a capacitação de lideranças de redes em expansão em regiões remotas, transformando-os em pequenos centros de distribuição. Estes líderes passam a ter um estoque em casa, e a entregarem produtos para os liderados.

Isto reduz a dependência de transportadoras, simplifica a logística para a companhia e aumenta a proximidade do líder com os revendedores.

Ajuda da tecnologia

Sistemas de gestão comercial podem ser grandes aliados das empresas de marketing multinível no que tange à entrega. Primeiro na captação dos pedidos, que permite um acompanhamento detalhado do que é pedido, e também porque ajuda a companhia a planejar seus estoques com precisão.

O sistema auxilia na separação dos produtos em estoque de acordo com vários parâmetros, como lote ou qualidade, entre outros. Ou pode exportar número e descrição de itens para softwares de terceiros. Uma vez em trânsito, a encomenda é monitorada o tempo todo. É o caso da Let, da Gera, por exemplo.

“A Gera oferece uma solução de alta visibilidade. Diferentemente de outras soluções de mercado, que não oferecem tanta informação, só dizem se o pedido foi pago e está em trânsito”, explica Giraldino. “Esse é um dos maiores motivos de insatisfação.”

Outra grande vantagem de um sistema é a capacidade de rastreamento das encomendas. O tracking pode ser feito por meio de integrações no sistema (APIs) que permitem o rastreio do caminhão da transportadora ou do motoboy, por exemplo. Assim, se o transporte apresentar qualquer problema, o consultor é automaticamente avisado.

Os avisos relativos ao transporte podem ocorrer diretamente no escritório virtual do revendedor ou por meio de notificação no celular, o que pode ocorrer por e-mails transacionais e até mesmo SMS. O que inclui a chamada “milha final”, ou seja, aquele momento crítico em que o entregador toca a campainha.

O escritório virtual é também um grande aliado ao permitir um acompanhamento dos pedidos tanto dos revendedores como das lideranças. O nível de detalhes é alto, chegando inclusive ao nível de pedidos específicos, permitindo um alinhamento estreito junto aos canais.

É mais do que simplesmente entregar o produto: o sistema administra a entrega. Tanto controle tem um objetivo bastante claro: evitar que as redes multinível sejam desmotivadas devido a problemas de entrega. Por isso a informação sobre eventuais atrasos precisa ser muito clara para toda a rede.

Marketing Gera

Equipe formado por professionais em Marketing, Comunicação e Administração, especializados no setor de tecnologia e gestão comercial omnichannel, nos modelos da Venda Direta (Mono, Bi e Multinível) e Varejo em geral.